EUA preocupados com interesse da China na Guiné Equatorial

O governo dos Estados Unidos da América (EUA) manifestou, perante as autoridades da Guiné Equatorial, preocupação sobre as “ações potenciais” e atividades da China no país africano

Isto porque existem informações acerca do interesse da China numa eventual construção de uma base militar em território equato-guineense. Trata-se de um assunto avançado pelo “The Wall Street Journal”, que indica a existência de relatórios classificados dos serviços de informações norte-americanos que sugerem que a China está a procurar estabelecer uma base militar na Guiné Equatorial. 

No entanto, o porta-voz do Pentágono, John Kirby, recusou-se a confirmar o conteúdo do jornal durante uma conferência de imprensa realizada nesta segunda-feira, 06 de dezembro. 

Se tal acontecer, será a primeira presença militar permanente chinesa no Oceano Atlântico, onde os barcos da potência asiática poderiam atracar e reabastecer. 

De acordo com a mesma publicação, o vice-assessor principal de segurança nacional da Casa Branca, Jon Finer, deslocou-se em outubro à Guiné Equatorial para tentar convencer o presidente do país, Teodoro Obiang Mbasogo, e o seu filho e vice-presidente, Teodoro Obiang Mangue, a recusarem as intenções da China. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin