Guiné Equatorial

Guiné Equatorial considera positivo adiamento de cimeira da CPLP

Ministro das Relações Exteriores e Cooperação da Guiné Equatorial com Secretário Executivo da CPLP

O embaixador da Guiné Equatorial em Portugal, Tito Mba Ada, observou, sem mencionar a abolição da pena de morte, que o adiamento da cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é favorável ao país que representa, para que este possa apresentar o resultado que é pedido.

Segundo o diplomata, a Guiné Equatorial está a trabalhar para cumprir as tarefas que lhe cabem, com ou sem cimeira. Com o adiamento do evento, todas poderão assim ir sendo cumpridas e terminadas a tempo.

As declarações foram feitas quando o visado foi questionado sobre se o adiamento da cimeira de Chefes de Estado e de Governo poderia ajudar aquele estado-membro a concluir o processo de abolição da pena de morte.

Quanto ao atraso do evento para julho de 2021, não havendo, até ao momento, uma data concreta, disse que se tratou de uma decisão normal, tendo em conta a existência da pandemia da Covid-19.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo