Guiné Equatorial e França reforçam cooperação contra pirataria

O Vice-Presidente da Guiné Equatorial e encarregado da Defesa e Segurança, Teodoro Nguema Obiang Mangue, recebeu em audiência o Embaixador da França credenciado no país africano, Olivier Brochenin, nesta quinta-feira, 26 de novembro. 

Os representantes dos dois países fortaleceram então a cooperação na luta conjunta contra a pirataria marítima no Golfo da Guiné. Outro dos temas da reunião foi o funcionamento e importância da Escola Naval de Tika, inaugurada a 28 de julho de 2019. 

Malabo e Paris consolidam assim cada vez mais a cooperação bilateral, principalmente no que diz respeito ao setor de Defesa e Segurança. 

A vontade da Guiné Equatorial e da França foi manifestada na nomeação que o Vice-presidente equato-guineense concedeu ao diplomata francês no Palácio do Povo de Malabo. Obiang e Brochenin reafirmaram desta forma o desejo de os dois governos continuarem a apoiar-se mais no setor militar. 

Ambos referiram ainda a necessidade de serem redobradas estratégias para haver eficácia contra os ataques piratas na área do Golfo da Guiné, que aumentaram 40% nos primeiros nove meses deste ano, segundo o International Maritime Organization.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…
Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…