Plataforma de Petróleo

Guiné Equatorial: EIU diz que país está no bom caminho para atrair investimento estrangeiro

empresa britânica Economist Intelligence Unit (EIU) afirmou nesta quinta-feira, 20 de fevereiro, que a Guiné Equatorial deverá conseguir atrair muito investimento externo para o setor do petróleo e gás em 2020, tendo apelidado o mesmo como o ‘Ano do Investimento’, na sequência do ‘Ano da Energia’. 

“O Ano do Investimento 2020 na Guiné Equatorial pode ganhar fôlego na sequência do sucesso do Ano da Energia, em 2019, e angariar com sucesso o muito necessário investimento direto estrangeiro”, escrevem os peritos da unidade de análise da revista britânica The Economist. 

A EIU lembrou, através de um comentário enviado aos investidores, o interesse manifestado por grandes petrolíferas mundiais, entre as quais a francesa Trident, a norte-americana Marathon Oil e várias da Rússia, realçando assim que tal indica que a estratégia seguida pelo Governo equato-guineense está correta. 

No entanto, frisaram igualmente que “o verdadeiro desafio para o Governo será conseguir implementar o plano que pretende colocar o país como uma plataforma regional de gás, através do processamento do gás dos seus poços Alen e Aseng, a este da ilha de Bioko, usando-os para potenciar o complexo petroquímico de Punta Europa e, mais importante, ligando Punta Europa com os poços na costa da Nigéria e dos Camarões”. 

EIU acrescentou que a campanha lançada no ano passado pelo Governo da Guiné Equatorial para se destacar no panorama internacional na área do petróleo e gás, angariando investimentos, está a resultar, continuando este ano com diversas iniciativas, como a Exposição e Fórum sobre Investimento no Petróleo Africano, agendados para 01 e 02 de abril, o Oil & Gas Meeting Day, para 01 e 02 de junho, e o Fórum Económico Africano, que decorrerá de 24 a 25 de novembro. 

“O leilão no final do ano passado, que resultou em 27 acordos assinados em janeiro, revelou forte procura pelos ativos ao largo da costa e indica que a estratégia de Malabo para reverter o declínio nas receitas petrolíferas é o acertado”finalizam os analistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin