Guiné Equatorial

Guiné Equatorial estima crescimento económico de 2,8% em 2021

A economia da Guiné Equatorial deverá aumentar 2,8% em 2021, de acordo com dados do crescimento económico divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas da Guiné Equatorial (INEGE). Estes indicam ainda que a economia do país está em modo negativo desde 2016. 

“Prevê-se que, em 2021, a economia nacional alcançará uma taxa de crescimento positiva devido principalmente ao aumento da produção de gás e da recuperação paulatina de algumas atividades do setor terciário, em comparação com 2020”indicou. 

Foram também divulgados os dados macroeconómicos definitivos de 2018, além de terem sido feitas estimativas para 2019 e 2020 e previsões para 2021. 

“Espera-se que o Produto Interno Bruto (PIB) petrolífero registe um crescimento de 4,7% e o não petrolífero 0,5%”, acrescentou a mesma fonte. 

Em maio de 2019, o Governo equato-guineense enviou informação ao Fundo Monetário Internacional (FMI), onde garantiu que saiu da recessão económica em 2017 e registou crescimentos de 7,3% nesse ano e de 3,4% em 2018. Por sua vez, a organização internacional apontava para o país crescimentos económicos negativos desde 2015 até 2023, prevendo um crescimento positivo, de 1,5%, apenas em 2024. 

Os dados macroeconómicos definitivos de 2018, apresentados agora pelo diretor-geral do INEGE, Ricardo Nsue Ndemesogoreferem que a taxa de crescimento da economia da Guiné Equatorial situou-se nos -6,2% nesse ano, abaixo dos -5,7% de 2017.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo