Guiné Equatorial fecha fronteiras até 02 de janeiro devido à Ómicron

O Governo equato-guineense vai encerrar a partir de segunda-feira, 06 de dezembro, e até 02 de janeiro as suas fronteiras a voos internacionais. O motivo deve-se à Ómicron, nova variante do coronavírus, anunciada há uma semana na África do Sul

Segundo um decreto emitido pelo Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, para os voos internos será exigido pelas autoridades o certificado PCR obrigatório, além do cartão de vacinação para cada passageiro no check-in e no embarque. 

“Os voos internacionais das companhias aéreas que operam na República da Guiné Equatorial são suspensos com efeitos a partir de 6 de dezembro deste ano até 2 de janeiro de 2022”, pode ler-se no documento, citado pela “Lusa”. 

É também mencionada a proibição da “entrada de viajantes de países onde a nova variante da SARS-CoV-2 foi identificada”, à exceção dos cidadãos equato-guineenses vindos do estrangeiro, que terão de cumprir uma quarentena. 

Vai ser ainda adotado o recolher obrigatório a nível nacional, a partir das 23h00 horas locais até às 06h00 horas locais do dia seguinte, durante o período previsto pelo decreto.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: Tribunal Constitucional extingue APN e líder recorre

Angola: Tribunal Constitucional extingue APN e líder recorre

O Tribunal Constitucional de Angola extinguiu o partido político Aliança Patriótica Nacional (APN), através de uma carta de solicitação da…
Moçambique: MDM garante que "jamais fará oposição à oposição"

Moçambique: MDM garante que "jamais fará oposição à oposição"

O MDM declarou em conferência de imprensa que está aberto à ideia de fazer uma coligação com os restantes partidos…
Moçambique: Professor e agente da FADM detidos por envolvimento no tráfico de drogas

Moçambique: Professor e agente da FADM detidos por envolvimento no tráfico de drogas

A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve na última semana duas pessoas, Distrito de Namacurra, na província da Zambézia,…
Brasil: atentado a escolas deixa quatro mortos e 13 feridos

Brasil: atentado a escolas deixa quatro mortos e 13 feridos

O estado do Espírito Santo, no Brasil, viu duas das suas escolas serem alvo de atentados, no último dia 25…