Guiné Equatorial: FMI alerta para corrupção e reformas

Teodorin Nguema Obiang governo Guiné Equatorial

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou a Guiné Equatorial de que deve combater a corrupção e avançar mais rapidamente com as reformas. Tal deverá ser feito através do cumprimento das condições do Programa de Financiamento Ampliado, suspenso desde o início de 2021.

“Lidar com os desafios de corrupção e com as questões antigas de governação macroeconómica é crítico para garantir um crescimento inclusivo” do país, pode ler-se na declaração divulgada pela organização internacional.

O FMI prevê que o crescimento económico chegue aos 4,1%, interrompendo vários anos de recessão. No entanto, estima também que a Guiné Equatorial voltará depois ao vermelho, a partir de 2022, ano em que a economia deverá cair 1,5%. O número poderá manter-se negativo pelo menos até 2026.

Esta é a mesma declaração que acompanha o anúncio da disponibilização de uma assistência financeira de emergência ao país, no valor de 67,38 milhões de dólares norte-americanos. O dinheiro visa ajudar a recuperar das explosões em Bata e para aumentar o combate à Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Governo libanês reverte apelo para investigar crimes de guerra de Israel no Líbano

Governo libanês reverte apelo para investigar crimes de guerra de Israel no Líbano

Esta semana, o governo libanês anunciou que pretende recuar no pedido de investigações de crimes de guerra israelitas em solo…
Cabo Verde: Santa Catarina já conta com centro multifuncional para crianças especiais

Cabo Verde: Santa Catarina já conta com centro multifuncional para crianças especiais

Foi inaugurado, segunda-feira, em Santa Catarina, o Centro de Cuidados de Crianças e Adolescentes com Necessidades Especiais. Localizado no edifício…
África do Sul: Comissão Eleitoral Independente continua a processar os resultados da eleição de 29 de Maio

África do Sul: Comissão Eleitoral Independente continua a processar os resultados da eleição de 29 de Maio

Os órgãos eleitorais da África do Sul esperaram concluir este fim-de-semana a contagem dos votos das eleições gerais de 29…
Brasil: A Fundação AIS está solidária com as vítimas das trágicas inundações

Brasil: A Fundação AIS está solidária com as vítimas das trágicas inundações

A organização internacional católica Ajuda à Igreja que Sofre (Fundação AIS) está em estreito contacto com os seus parceiros locais…