Guiné Equatorial: Libertados 119 militantes do partido da oposição

A Guiné Equatorial anunciou a libertação de 119 militantes do partido da oposição Cidadãos para o Futuro. No entanto, sabe-se que mais de 50 ativistas da formação política continuam detidos, incluindo o líder da mesma, Gabriel Nse Obiang.

Segundo a “Lusa”, as forças de segurança equato-guineenses atacaram na semana passada a sede do Cidadãos para o Futuro em Malabo, que foi oficialmente dissolvido em 2018.

Essa operação levou à detenção de apoiantes do CI, incluindo a do dirigente Gabriel Nse Obiang. Este recusou-se a responder a uma intimação judicial relacionada com uma investigação sobre um ataque planeado que o Governo alegou ter frustrado.

“Recebemos instruções de Sua Excelência o Presidente da República para libertar os militantes”, 53 dos quais vivem em Malabo e 66 em Bata, capital económica, afirmou o secretário-geral do Ministério da Segurança, Santiago Edu Assam, à televisão estatal, TVGE.

“Se o Presidente perdoou essas pessoas é por causa do seu humanismo e porque é um defensor da paz”, concluiu.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…