Guiné Equatorial: Líder do CPDS anunciou libertação de dois presos políticos

O líder do partido equato-guineense Convergência para a Democracia Social (CPDS) informou nesta segunda-feira, 17 de fevereiro, que o Presidente Teodoro Obiang Nguema acedeu ao pedido para a libertação de vários presos políticos, tendo dois já saído em liberdade. 

Em entrevista, o dirigente da formação política da oposição avançou que o chefe de Estado comprometeu-se a libertar os presos políticos, entre os quais o membro do CPDS e ativista de direitos humanos Joaquin Elo Ayeto, cuja controversa detenção tem sido alvo de polémica há já vários meses. 

decisão foi comunicada ao partido pelo próprio Presidente durante uma reunião ocorrida na passada sexta-feira, tendo a mesma sido convocada pela organização política. 

Ainda de acordo com Andrés Esono Ondo, o CPDS pediu a libertação de outro grupo, constituído por oito ou nove pessoas, que foram detidas em julho de 2019. A resposta a este pedido foi positiva. 

No entanto, apesar de o governante equato-guineense ter-se manifestado a favor do diálogo, o partido da oposição considera que não existe um diálogo sincero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin