Guiné Equatorial mais corrupta desde que entrou na CPLP

A Guiné Equatorial registou uma maior corrupção desde que aderiu à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Esta foi a conclusão a que chegaram o jornal equato-guineense “Diario Rombe” e a organização não-governamental EG Justice, com sede em Washington, nos Estados Unidos da América. 

A informação foi avançada através de um relatório, onde são detalhados vínculos da família Obiang com empresas e políticos nos países lusófonos, incluindo Portugal. 

“A participação da Guiné Equatorial na CPLP aumentou objetivamente a corrupção, que permeia ou encontra refúgio confortável noutros países lusófonos”, pode ler-se no documento. 

Nessa investigação são igualmente mencionados “os tentáculos” da família do Presidente da República, Teodoro Obiang, em Portugal, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Moçambique e no Brasil. 

Esta situação levou a que o país perdesse quatro pontos no Índice de Percepção da Corrupção nos últimos anos.

One Comment

  1. Cristina

    Os problemas da corrupção na Guiné Equatorial, não tem nada a ver com a sua adhesão á CPLP, simplesmente o Governo e as instituções da nação, já vem lutando e continúam a lutar contra esse flagelo como se faz no mundo inteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, acredita que a Guiné Equatorial está “a fazer a sua parte” para abolir a pena…
Timor-Leste regista 856 empresas indonésias

Timor-Leste regista 856 empresas indonésias

O Embaixador da Indonésia em Timor-Leste, Sahat Sitorus, informou que o Serviço de Registo e Verificação Empresarial de Timor-Leste (SERVE-TL) registou, atualmente,…
Moçambique recebe apoio de 4.6 biliões de meticais da Alemanha

Moçambique recebe apoio de 4.6 biliões de meticais da Alemanha

Moçambique recebeu nesta quinta-feira, 17 de junho, 4.6 biliões de meticais da Alemanha para o setor da Educação e obras públicas. A…
Revista de Imprensa Lusófona de 18 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 18 de junho de 2021

O “Jornal de Angola” escreve que a “Taxa de desemprego cai para 30,5 por cento”. De acordo com o “Portal de Angola”,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin