Guiné Equatorial

Guiné Equatorial: Quatro em cada dez crianças não frequentam a escola no país

Escola

Devido à crise financeira da Guiné Equatorial, que teve início em 2015 com a queda nos preços do petróleo, existem setores que estão a ser cada vez mais afetados por este quadro económico, encontrando-se entre eles o da Educação e da Saúde.

Apesar do estado destas áreas ter sido problemático antes da crise, agora há quem o considere caótico, uma vez que o território liderado pelo Presidente Teodoro Obiang Nguema tem 42% de crianças a não frequentarem a escola, o que significa que quatro em cada dez não recebem instrução. Existe ainda o problema de professores sem formação.

Os últimos dados disponibilizados sobre os gastos realizados pelo Governo apontam que, entre 2008 e 2011, os investimentos na Saúde e na Educação, somados, nunca ultrapassaram os 3% do Produto Interno Bruto (PIB), sendo apenas 0,6% para o ensino. Num país de apenas um milhão de pessoas, o número de jovens em idade escolar é de 314 mil.

Também os baixos índices de vacinação registados são preocupantes, tendo apenas 35% das crianças sido imunizadas contra a tuberculose em 2015, contra 99% em 1997.

Entretanto, o país continua a ser notícia devido à existência de corrupção efetuada por governantes, entre eles Teodoro Obiang, filho do Chefe de Estado, que está a responder nos Estados Unidos da América, na França, na Espanha e na Suíça a acusações de lavagem de dinheiro.

Recorde-se que o Presidente equatoguineense ocupa o cargo desde 1979, altura em que depôs o seu tio, Francisco Macías Nguema, que estava no poder desde a independência do país, em 1968. Obiang Nguema continua a ser bastante criticado por exercer a opressão em quem seja da oposição, tendo em 2017 sido presos 147 políticos após um confronto com a polícia na cidade de Aconibe, de onde resultaram 28 sentenciados a 30 anos de prisão, entre vários outros casos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo