Guiné Equatorial recebe auxílio de médicos cubanos

A Guiné Equatorial recebeu nesta segunda-feira, 06 de julho, cerca de uma centena de médicos e enfermeiros cubanos, que irão ajudar o país no combate à Covid-19.

Além do território equato-guineense, também São Tomé e Príncipe irá ter esse mesmo auxílio, uma vez que parte dos referidos profissionais de saúde seguirá para lá depois.

A informação foi avançada pela representação cubana na Guiné Equatorial, podendo ler-se num comunicado que chegaram a Malabo, capital do país, 76 profissionais de saúde da Brigada Médica Cubana (BMC) “Henry Reeve”, no âmbito da cooperação bilateral na luta contra o novo Coronavírus.

Na mesma altura chegaram mais 16 médicos e enfermeiros cubanos, que seguirão para São Tomé e Príncipe, e outros 19, que irão apoiar os esforços de combate à doença na Serra Leoa. Os médicos foram recebidos no aeroporto pelo vice-ministro da Saúde da Guiné Equatorial, Mitoha Ond’o.

Recorde-se que médicos e enfermeiros cubanos estão a apoiar os esforços de combate à Covid-19 em vários países africanos, incluindo nos países lusófonos.

O número de mortos devido à pandemia subiu para cerca de 11.360 em África, havendo mais de 476 mil infetados, de acordo com os dados mais recentemente divulgados.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), tem 3.071 casos e 51 mortos, segundo o África CDC.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

O delegado da Inspeção Nacional das Atividades Económicas (INAE) de Nampula foi detido esta quinta-feira, 12 de janeiro, por ordens…
Brasil: Governo Federal estava ao corrente dos riscos da manifestação em Brasília

Brasil: Governo Federal estava ao corrente dos riscos da manifestação em Brasília

A nuvem do designado “apagão da inteligência federal”, que estaria na origem da falta de antecipação sobre a manifestação e…
Cabo Verde: PAICV considera liberdade de imprensa ameaçada

Cabo Verde: PAICV considera liberdade de imprensa ameaçada

O PAICV considera que a liberdade de imprensa em Cabo Verde está ameaçada. Um dos exemplos dados para essa afirmação…
Angola: FNLA diz que autárquicas não serão credíveis se CNE estiver dominada pelo MPLA

Angola: FNLA diz que autárquicas não serão credíveis se CNE estiver dominada pelo MPLA

A FNLA considera que mesmo que aconteçam as eleições autárquicas no país, esse não será um processo eleitoral credível se…