Pixabay License Grátis para uso comercial Atribuição não requerida

Guiné Equatorial sofre queda de 11,3% na economia

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) reviu nesta quinta-feira, 09 de julho, a previsão que tinha feito sobre uma forte quebra na economia equato-guineense. Desta vez, ao verificar novamente os números, agravou-a para 11,3% este ano, devido à pandemia da Covid-19.

“De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a Covid-19 representa um elevado risco para a Guiné Equatorial devido à fraca capacidade do seu sistema de saúde, falta de equipamento essencial para combater a pandemia, pouca higiene e condições de vida, sobrepopulação nas maiores cidades e altas taxas de morbilidade, que podem levar a um agravamento da severidade da doença”, pode ler-se no relatório anual do BAD sobre as economias africanas, intitulado “Perspetivas Económicas Regionais”.

Os economistas do BAD acentuam nesse documento a previsão de recessão, passando a mesma de 3,7%, previstos em janeiro, para 9,2% até julho. A percentagem sobe para 11,3% no cenário em que a pandemia dura até ao final de 2020.

“A queda dos preços do petróleo no princípio de 2020, causada por uma contração na procura global e por um excesso de oferta, combinada com declínio geral da atividade económica devido ao confinamento, deverão ter um forte impacto negativo na economia do país e acentuar a recessão de 2020 e 2021”, refere ainda.

Para 2021 os economistas do BAD estimam uma nova queda do Produto Interno Bruto (PIB), que irá entre 5 a 6,4%.

A Guiné Equatorial, que pertence à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém há vários dias 3.071 casos positivos do novo coronavírus. Registam-se também 842 recuperados e 51 óbitos, de acordo com os dados mais recentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 04 de março de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 04 de março de 2022

Na Guiné-Bissau a “ANG” escreve “Covid-19: Governo renova vigência de Estado de Alerta em Saúde Pública que terminaria no sábado”.…
Líbia : “Ser wali de Tahala é um exercício de resiliência permanente”, diz Ahmed Hima

Líbia : “Ser wali de Tahala é um exercício de resiliência permanente”, diz Ahmed Hima

O antigo vice wali (governador) de Ghat, Líbia, Ahmed Hima foi recentemente nomeado wali da região de Tahala, situada entre…
Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

A ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina anunciou que vai apresentar um plano nacional para produção de fertilizantes no…
Moçambique: exoneração de Membros do Governo

Moçambique: exoneração de Membros do Governo

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea a) do número…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin