Guiné Equatorial: Teodoro Obiang rejeita tema da sua sucessão

O Presidente equato-guineense, Teodoro Obiang, evitou falar na sua “sucessão” durante uma rara conferência de imprensa em Bata, realizada nesta quinta-feira, 25 de novembro. O governante está no poder desde 1979. 

“No que diz respeito à permanência no poder é preciso saber que, num estado de democracia, não é bom falar de sucessão como se fosse uma herança”, afirmou, citado pela “Lusa”. 

Segundo o dirigente, ocorrerá uma “alternância” própria de uma democracia. No entanto, de acordo com analistas, a sua sucessão poderá vir a ser disputada entre dois dos seus filhos, ambos atualmente com cargos importantes no Governo. 

Um deles é o vice-presidente e responsável pela segurança nacional, Teodoro Nguema Obiang Mangue, conhecido como “Teodorín”. Existe também Gabriel Mbega Obiang Lima, ministro das Minas e Hidrocarbonetos. A Constituição favorece o primeiro, ao estabelecer que o vice-presidente deve assumir o cargo em caso de demissão, incapacidade ou morte do chefe de Estado. 

Obiang falou à imprensa, nacional e internacional, depois do encerramento do VII Congresso Nacional Ordinário do Partido Democrático da Guiné Equatorial (PDGE), que se encontra no poder e do qual é presidente fundador. 

O político lembrou que, desde a última reforma constitucional de 2011, há um limite de dois mandatos presidenciais, que não tem efeitos retroativos. “Por isso ainda tenho a possibilidade de me apresentar como candidato, se o povo assim o quiser”, deixou no ar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin