Guiné Equatorial: Um em cada cinco alunos identifica o país como lusófono

ensino aulas

Apenas um em cada cinco alunos de português no estrangeiro identifica a Guiné Equatorial como sendo um país de língua oficial portuguesa. Esta é a conclusão de um inquérito que revela o interesse crescente pelo ensino do idioma como segunda língua.

O inquérito, que integra o estudo “A língua portuguesa como ativo global” e que é coordenado pelo investigador do ISCTE Luís Reto para o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, recupera os resultados de outro inquérito realizado em 2008, já publicados anteriormente, e combina-os com novos dados de inquéritos realizados em 2016/17 e 2018.

No total, os três inquéritos envolveram mais de 2.600 estudantes de português da rede do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua em quase 50 países e de 56 nacionalidades.

Além de conhecer o uso que os alunos fazem do português e os motivos que os levaram a optar por aprender a disciplina, o inquérito teve também o objetivo de medir a valorização da língua portuguesa por parte dos estudantes estrangeiros e ainda de conferir os conhecimentos sobre vários aspectos relacionados com o idioma.

Nesse âmbito, foi questionado em quantos países o português é língua oficial, tendo 31,4% dos estudantes respondido oito países, em vez dos nove que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Quanto à identificação dos países, Brasil (80,4%) e Portugal (78,2%) foram aqueles que mais estudantes conseguiram identificar. Já Moçambique (68,5%), Cabo Verde (67,5%), São Tomé e Príncipe (57,8%), Guiné-Bissau (55,5%) e Timor-Leste (55,3%) foram identificados por mais de metade dos estudantes.

Por sua vez, menos de metade dos alunos (39,2%) conseguiu identificar Angola e menos de um quinto (18%) indicou a Guiné Equatorial como sendo o nono país de língua oficial portuguesa.

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Ainda há população nas aldeias do posto administrativo de Mucojo, distrito de Macomia, apesar de ter sido decretada a evacuação…
Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

O último fim-de-semana foi marcado por mais uma investida dos grupos terroristas, no distrito de Quissanga e na ilha Quirimba,…
Cabo Verde: Perfil do candidato Aquilino Varela

Cabo Verde: Perfil do candidato Aquilino Varela

Aquilino Varela é um educador, analista político e defensor apaixonado do desenvolvimento comunitário. Nascido e criado em Gil Bispo, Santa…
Cabo Verde: Aquilino Varela anuncia candidatura às eleições autárquicas de Santa Catarina

Cabo Verde: Aquilino Varela anuncia candidatura às eleições autárquicas de Santa Catarina

Professor e analista político promete mudança radical e participação cidadã na gestão do município, desafiando o tradicionalismo partidário Numa declaração…