América do Norte | Ásia | Guiné Equatorial

Guiné Equatorial une-se com EUA e China contra pirataria e Covid-19

Vice-Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, com embaixadora da China no país, Qi Mei
Teodoro Nguema Obiang Mangue com Qi Mei

Guiné Equatorial uniu forças com os Estados Unidos da América (EUA) e a China na luta contra a pirataria marítima e a Covid-19. 

O Vice-Presidente equato-guineense, Teodoro Nguema Obiang Mangue, concedeu duas audiências nesta quarta-feira, 04 de novembro, no Palácio do Povo de Malabo. Uma contou com a presença da embaixadora dos EUA na Guiné Equatorial, Susan Stevenson, e na outra esteve presente a embaixadora da China no país, Qi Mei. 

As relações de amizade e de cooperação que unem as administrações de Malabo e de Washington foram revistas no Palácio do Povo, durante audiência realizada com a diplomata americana. O diálogo foi centrado na necessidade de fortalecer estratégias e mecanismos para lidar com os ataques de pirataria marítima, que atingiram a área do Golfo da Guiné nos últimos anos. 

Quanto ao encontro com a representante da China, foram lembradas as boas relações entre os dois países e ainda a cooperação na luta contra a pandemia do coronavírus.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo