Guiné Equatorial: Vítimas de Bata ajudadas por Embaixada em Portugal

A Embaixada da Guiné Equatorial em Portugal, juntamente com a Confederação Empresarial da CPLP (CE-CPLP) e a Federação das Mulheres Empresárias da CE-CPLP, teve a iniciativa de criar uma campanha de solidariedade junto das empresas portuguesas para a recolha de bens essenciais. 

Esses bens vão ser doados aos cidadãos equato-guineenses vítimas das explosões na cidade de Bata, ocorridas a 07 de março num quartel militar. O sucedido matou mais de 100 pessoas e causou mais de 600 feridos. 

Cerca de 300 casas ficaram destruídas, deixando assim dezenas de desalojados, e o principal laboratório de Covid-19 no país acabou por ser danificado. 

O resultado da ajuda vinda de Portugal irá chegar então ao terreno para socorrer os mais afetados pela tragédia. A campanha de solidariedade, que decorrerá até 31 de março, inclui pedidos como dispositivos médicos e equipamentos de proteção individual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

A maioria dos candidatos presidenciais assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pacto da unidade nacional. O objetivo é assegurar a…
Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Já estão abertas as inscrições para uma formação gratuita em Marketing Digital na ilha da Brava, avança “A Nação”. Esta…
Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin