Guiné Equatorial

Missão da CPLP visita Guiné Equatorial para avaliar desenvolvimentos desde 2014

Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai enviar uma missão para Malabo, capital equato-guineense, entre esta quarta e sexta-feira, 05 e 07 de junho, respetivamente, para “avaliar os desenvolvimentos registados” desde a adesão do país a esta organização internacional, em 2014.

A Missão de Acompanhamento do Programa de Adesão da Guiné Equatorial à CPLP será chefiada pelo embaixador de Cabo Verde José Luís Monteiro e incluirá 17 membros, entre eles representantes indicados pelos Estados-membros da CPLP, pelo Secretariado Executivo da Comunidade e pelo Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP).

Esta visita servirá para “avaliar os desenvolvimentos registados no processo de adesão da Guiné Equatorial à CPLP, que completa cinco anos no próximo mês de julho”, e irá representar a primeira missão desta dimensão realizada pela organização no referido país africano.

De acordo com a CPLP, a missão prevê “reuniões plenárias com as autoridades equato-guineenses e encontros setoriais” nos eixos definidos no programa de adesão do país à comunidade.

Na altura em que entrou nesta organização, a Guiné Equatorial comprometeu-se a desenvolver cinco temáticas, sendo elas a difusão da língua portuguesa, o acolhimento e implementação do acervo comunitário, a reabilitação da memória histórica e cultural, a comunicação institucional, e a promoção e integração da sociedade civil.

A missão vai reunir-se com representantes dos Ministérios dos Assuntos Exteriores e Cooperação, da Justiça, da Cultura, da Educação e dos Direitos Humanos, e com representantes dos Poderes Judiciário e Legislativo da Guiné Equatorial. As conclusões a que chegará após a sua avaliação serão registadas num relatório final, que será posteriormente apresentado ao Comité de Concertação Permanente e, numa fase futura, encaminhado à próxima reunião do Conselho de Ministros da CPLP.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo