“Não quero ser Presidente Vitalício”, anuncia Obiang no 50º aniversário da independência da Guiné-Equatorial

O presidente da Guiné-Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, indicou que a paz e o bem-estar dos seus compatriotas marcaram os 50 anos da independência do país, celebrados esta sexta-feira em Malabo, na presença de vários chefes de estado africanos e militares da Espanha e França.

O desfile militar e popular durou quatro horas e meia e foi visto por milhares de pessoas que acompanharam o trajecto junto ao passeio marítimo da capital da Guiné-Equatorial.

“A paz foi o instrumento que favoreceu o desenvolvimento impressionante do nosso país e que é o efeito multiplicador do comportamento responsável de cada equato-guineense”, indicou o chefe de estado Obiang no seu discurso à nação.

O presidente elogiou também o desenvolvimento que abrange actualmente o país, não obstante o desejo de completar o programa de emergência da Guiné-Equatorial, uma vez que ainda é necessário maior investimento nas áreas de produção nacional, o turismo, agricultura, pesca, criação de gado, mineração e industrialização.

No poder há 38 anos, o presidente Teodoro Obiang estará a preparar o seu filho Teodorin Nguema Obiang, vice-presidente encarregado da Defesa e Segurança, para que lhe suceda no poder do país.

“Não quero ser um presidente vitalício. Se permaneço no poder até hoje é porque o povo da Guiné-Equatorial o tem exigido constantemente com o seu voto esmagador”, afirmou o presidente.

Obiang pediu também à classe política do seu país a porem fim às guerras internas e ao desejo de alcançar o poder pela força.

“Todos os políticos devem actuar nas regras do jogo que nos prescrevem as leis para alcançar a direção do Estado”, explicou Teodoro Obiang.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

Portugal pondera aumentar número de turmas para crianças ucranianas

O ministro da Educação em Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, reafirmou nesta sexta-feira, 11 de março, que as escolas portuguesas estão preparadas…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin