Guiné Equatorial | São Tomé e Príncipe

Parlamentos da Guiné Equatorial e de São Tomé e Príncipe assinam protocolo de cooperação

Parlamento de São Tomé e Príncipe

A Câmara de Deputados (Parlamento) da Guiné Equatorial e o Parlamento de São Tomé e Príncipe assinaram um protocolo de cooperação. O documento foi rubricado em São Tomé pelos presidentes dos respetivos órgãos legislativos, designadamente o são-tomense Delfim Neves e o equatoguineense Gaudêncio Mohaba Mesu, no âmbito de uma visita de quatro dias ao arquipélago.

Segundo Delfim Neves, “este protocolo servirá de base para elaboração de um programa de trabalhos e atividades a nível dos dois parlamentos”, sendo o mesmo “o início de um longo trabalho que temos pela frente”.

“Estamos convictos e firmes de que a nossa amizade, a nossa cooperação parlamentar e também ao nível dos dois países, será mais forte e promissora para os dois povos e países”, acrescentou.

Por sua vez, Gaudêncio Mohaba Mesu declarou que “o acto que acabamos de assinar é o lançamento da semente base para o reforço da amizade, irmandade e cooperação entre dos povos que têm vínculo histórico e sanguíneo muito profundo”.

A assinatura ocorreu após Mohaba Mesu ter-se reunido com a comunidade equatoguineense na embaixada da Guiné-Equatorial, situada nos arredores da capital São Tomé. Durante a sua visita, iniciada na passada terça-feira, 18 de junho, o presidente do Parlamento da Guiné Equatorial manifestou a vontade do seu país para o reforço e relançamento da cooperação entre os dois paramentos, bem como no âmbito governamental ao abrigo do memorando de entendimento estabelecido em 2018 entre o presidente são-tomense, Evaristo Carvalho, e o seu homólogo equatoguineense, Teodoro Obiang Nguema.

Ao longo da visita, Mohada Mesu falou sobre a “cooperação económica, cultural, científica e técnica” entre ambos os países, na base do supracitado acordo de 2018, tendo ainda referido os protocolos específicos “nas áreas dos transportes marítimos e aéreos, pescas, turismo, educação, defesa, segurança, floresta, comunicação”, entre outras de interesse comum entre as duas partes.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo