Guiné Equatorial | São Tomé e Príncipe

STP: Governo escolheu transportadora aérea da Guiné Equatorial para ligar o arquipélago à Europa

O Governo santomense anunciou que o Ministro das Obras Públicas, Osvaldo Abreu, assinou com o Governo equato-guineense um acordo que permitirá à companhia aérea do país vizinho, a CEIBA Internacional, assegurar as ligações aéreas entre o arquipélago e a Europa, designadamente Portugal.

A companhia aérea da Guiné Equatorial vai ligar São Tomé e Lisboa, em nome da companhia de bandeira nacional a STP-Airways. A informação do Governo acrescenta duas outras companhias aéreas internacionais, também envolvidas no projecto, nomeadamente a White e a Ethiopian Airlines. Após a saída da Euroatlantic, que se prevê para finais de Outubro, a CEIBA vai assegurar as ligações domésticas e internacionais para Portugal e outros países europeus.

Recorde-se que em Junho passado, o Ministro das Obras Públicas, Osvaldo Abreu, anunciou que o Governo santomense não iria renovar o contrato com a Euroatlantic como companhia que voa entre São Tomé e Lisboa. à data, o Ministro deixou claro que «a partir de Outubro a STP-Airways iria ter outras asas para voar entre São Tomé-Lisboa e vice versa».

A administração da Euroatlantic reagiu num comunicado contestando o posicionamento do Governo de São Tomé, denunciando dívidas do Estado santomense que atingem cerca de 4 milhões de euros e rejeitando a possibilidade de interromper a ligação aérea a partir de Outubro.

No entanto na última semana, no quadro da visita do Presidente da República Evaristo Carvalho à Guiné Equatorial, os dois países assinaram o acordo no domínio dos transportes aéreos.
Este acordo permite à CEIBA, que voa para a Europa sob administração da companhia portuguesa White, substituir a Euroatlantic na ligação aérea direta entre São Tomé e Lisboa, a partir de Outubro.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo