Macau

Portugueses em Macau “protegidos” do coronavírus

“A comunidade portuguesa em Macau está bem”. É o que assegura José Maria Pereira Coutinho, conselheiro das Comunidades Portuguesas na China, Macau e Hong Kong. Segundo este responsável, o clima de preocupação na região de Macau começa a dar lugar à normalidade, depois que as autoridades locais recomendaram que a população se mantivesse dentro das suas casas como forma de precaução contra o surto de coronavírus.

“Em Macau a situação esteve sempre calma e existiram apenas dez casos suspeitos, mas nenhum confirmado e nenhuma morte. Porém, por motivos de precaução, as autoridades sanitárias aconselharam-nos a não sair de casa e a maioria da população tem seguido estas instruções. Em Macau, não há quaisquer problemas com alimentos e máscaras. Macau é uma exceção à regra geral. Não existe nenhuma recomendação em especial a não ser ficarmos em casa”, revela Coutinho.

Este conselheiro, que é também Deputado da Assembleia Legislativa da Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China e Presidente da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau, ressalva que, neste momento, alguns casinos estão a voltar a funcionar e que os trabalhos na função pública começam a voltar à “normalidade”.

Coutinho assegura que “a comunidade portuguesa está bem e toda resguardada em casa”.

“A comunidade portuguesa em Macau está bem informada e não tem tido problemas maiores, a não ser o facto de as escolas estarem fechadas. O ensino está a ser feito via Internet”, menciona Coutinho.

“Só posso dizer que Macau sempre foi uma cidade abençoada. Enquanto muitos países do mundo têm casos novos, Macau vai resistindo”, finalizou.

Em fevereiro, cerca de 400 condutores profissionais de autocarros de turismo que estão sem trabalho por falta de visitantes, entregaram uma petição ao Chefe do Executivo do Governo de Macau a solicitar apoios e providências para solucionar essa situação.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo