Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

O Ciclone Tropical “GOMBE”, o terceiro fenómeno meteorológico a afectar as províncias da Zambézia, Nampula e Cabo  Delgado depois das Tempestades Tropicais ANA e DUMAKO, até ao meio dia desta sexta-feira 11 de Março já se contabilizavam nove mortes e destruição de infra-estruturas na Província de Nampula.

No distrito de Angoche, a sul da província, pelo menos, seis (6) pessoas da mesma família perderam a vida porque a casa onde morava caiu sobre elas em consequência do ciclone.

No bairro Namicopo, arredores da cidade de Nampula, um cidadão morreu electrocutado, quando tentava estabilizar o tecto da sua casa para evitar danos maiores, mas no momento havia caído um cabo de condução de electricidade danificado no seu tecto sem se aperceber a vítima tocou no mesmo e perdeu. Ainda na cidade de Nampula, há a indicação de que uma residência desabou sobre três crianças no bairro de Murrapaniua.

Ao nível da capital provincial, postes de energia, placas publicitárias, outdoors, incluindo tectos de escolas e outras infra-estruturas, dentre públicas e privadas, sofreram danos graves, numa altura em que não se pode comunicar com os distritos de Nacala, Mossuril, Ilha de Moçambique e Liupo.

A maioria dos distritos costeiros da província de Nampula está sem comunicação telefónica nas redes das três operadoras nacionais, na sequência do ciclone Gombe que atingiu a parte continental do país na madrugada de hoje, tendo como ponto de entrada o distrito de Mossuril.

O Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) refere que há destruição considerável de infra-estruturas públicas e privadas, incluindo habitações das populações, entretanto ainda não quantificadas. Segundo a fonte, os produtos alimentares enviados aos distritos para o pré-posicionamento molharam devido à remoção por força do vento da cobertura dos locais onde estavam acondicionados.

Neste momento, as chuvas e os ventos estão a aumentar de intensidade, e pelo menos na cidade de Nampula, as ruas e avenidas estão desertas e em muitas instituições, poucos funcionários fizeram-se aos seus postos de trabalho, e o comércio funciona à meio, ainda é prematuro fazer a contabilização dos estragos e mortes causados pelo ciclone uma vez que há cortes de energia e da rede das telecomunicações com maior parte dos distritos.

O INAM prevê a ocorrência de chuvas acima de 200 mm/24h, em 13 distritos da província de Nampula (Angoche, Liúpo, Murrupula, Rapale, Mecubúri, Muecati, Nacarrôa, Monapo, Mogincual, Mossuril, Nacala, Ilha de Moçambique e Nampula) e cinco da província da Zambézia (Pebane, Gilé, Mulevala, Mocubela e Maganja da Costa).

De acordo com o Boletim Meteorológico emitido as 10horas desta sexta-feira, pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INAM), o ciclone tropical intenso Gombe “entrou durante a manhã de hoje pela província de Nampula, distrito de Mossuril, tendo enfraquecido para ciclone tropical. Os ventos ciclónicos actuais são de 130km/h e rajadas de 165km/h”, tanto que nas próximas horas ainda esperam-se ventos fortes e trovoadas.

Aurelio Sambo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Pousou em solo nacional na manhã desta quinta-feira (10) o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trazia 42 brasileiros…
Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

O Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, decidiu estender até 15 de abril o destacamento da Força Nacional de…
Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

O Programa Alimentar Mundial (PAM) avisa que o conflito existente na Ucrânia pode vir a causar aumentos adicionais de preços nos produtos…
Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin