Moçambique: Petrolífera ENI inicia produção de gás, no Rovuma, em 2022

A Petrolífera Italiana ENI garante que, até ao segundo semestre de 2022, irá iniciar a produção e armazenamento de gás natural liquefeito, na área 4 da Bacia do Rovuma, em Cabo Delgado.

Para o efeito, decorrem os trabalhos de instalação de sistemas de produção submarina, o pré-assentamento de amarração, perfuração e conclusão de todos os seis poços de produção, sendo que a execução encontra-se em 96%.

O Diretor de Desenvolvimento, Operações e Eficácia Energética, na ENI, Stefano Maione, destaca que o projeto irá colocar a República de Moçambique, entre os maiores produtores de gás natural liquefeito, a nível mundial.

Stefano Moiane falava, esta segunda-feira, 15 de novembro, a propósito a receção oficial da plataforma de exploração de Gás liquefeito, pelo Chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, nos estaleiros da Samsung, na República da Coreia do Sul, onde foi anunciado que a plataforma iniciaria no dia seguinte à longa viagem de 60 dias, até chegar a Mocambique, em fevereiro de 2022, com uma escala na indonésia para abastecer os três rebucadores e reforçar os mantimentos.

Aurelio Sambo- correspondente

One Comment

  1. Sualehe

    Bom dia senhor engenheiro, espero que estejas bem de saúde na graça de Deus, vim por este meio de pedir emprego na vossa empresa, estou responsável em me colocarem qualquer área do trabalho. Meu nome é Sualehe ISSUFO sou de Nampula. Falo português, Macau e inglês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin