Moçambique: PRM detém ativista social por alegada incitação à violência coletiva, em Nampula

Enquanto exercia a sua atividade de taxista, no passado sábado (10), na cidade de Nampula, o ativista social e político Joaquim Pachoneia, mais conhecido por “Jota”, foi ser levado por agentes da Polícia da República de Moçambique, sem no entanto apresentarem mandado de captura emitido pelo tribunal competente.

No domingo, o Chefe das Relações Públicas no Comando Provincial da PRM em Nampula, Dércio Samuel, justificou que o  ativista “Jota” tem estado a produzir, de forma sistemática, vídeos que são partilhados nas redes sociais, alegadamente incitando à violência contra os órgãos do Estado.

Dércio Samuel acusa o jovem ativista de 36 anos de insultar o chefe do Estado e os membros da Polícia da República de Moçambique, considerando que ultrapassou os níveis da liberdade de expressão.

“Nos vídeos do mesmo, para além de incentivar jovens à violência, profere insultos de vária ordem contra a figura do Chefe de Estado e liderança da PRM. Num dos vídeos inclusive, chega a chamar aos membros da PRM de cães de raça, que não pensam e que só agem em cumprimento das ordens do seu dono”, justificou.

Após a tomada de posse dos presidentes dos Conselhos Municipais, o ativista social e político Joaquim Pachoneia, criticou o ato em gesto de manifestação da sua indignação pela forma como as últimas eleições foram geridas. Em Moçambique, várias vozes se opuseram manifestando a sua indignação individual e coletiva face aos resultados eleitorais.

A atitude da PRM está a ser criticada por ativistas sociais e políticos em todo o país, aconselhando que a corporação se devia ocupar de assuntos sérios que lesam o Estado, por exemplo, os raptos, o terrorismo e outros crimes organizados e não a perseguição de ativistas, assim como impedimento da liberdade de expressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…
Angola: Cinco bailarinos cabo-verdianos participam na Mostra de Artistas – PROCULTURA

Angola: Cinco bailarinos cabo-verdianos participam na Mostra de Artistas – PROCULTURA

Os bailarinos Mano Preto, Rosy Timas, Elisabete Fernandes, Djamilson Barreto e Djam Neguin estão selecionados para participar no “Concurso para…
Reino Unido vai reabrir embaixada em Timor-Leste

Reino Unido vai reabrir embaixada em Timor-Leste

A ministra de Estado do Reino Unido para o Indo-Pacífico, Anne Marie-Trevelyan, anunciou nesta sexta-feira, 01 de março, a reabertura…