Banco Mundial corta apoio a Moçambique por desvio de aplicação de fundos

O Banco Mundial decidiu suspender o seu apoio ao Fundo de Gestão de Calamidades (FGC), gerido pelo Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) de Moçambique

A causa da decisão está relacionada com o desvio de aplicação de mais de 32.5 milhões de meticais do referido fundo, que terá ocorrido no exercício económico de 2020. 

O congelamento do apoio ao FGC já foi comunicado em agosto ao ministro da Economia e Finanças de Moçambique, Ernesto Max Tonela. 

Agora, para que aconteça o desbloqueio, o montante desviado terá de ser devolvido. O FGC é maioritariamente financiado pela comunidade internacional.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…
Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

O líder da UCID, João Santos Luís, comentou nesta terça-feira, 03 de janeiro, a mensagem de Ano Novo do Presidente…
Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

No dia em que assumiu a presidência do Brasil pela terceira vez, Luiz Inácio Lula da Silva assinou vários decretos…
Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Arrancou ontem, 03 de janeiro, em Moçambique, o processo de Recenseamento Militar edição 2023, sob o lema: “Recenseamento Militar: Promovendo…