África Subsaariana | Economia | Moçambique

Dívida externa à beira da insustentabilidade

(c) Post Facebook IMF

O relatório do FMI sobre a economia moçambicana, apresentado hoje, conclui que a dívida externa do país atingiu os 40% do PIB e está à beira da insustentabilidade, muito por culpa da desvalorização vertiginosa do metical.

Com a quase totalidade da dívida pública denominada em moeda estrangeira, o valor da dívida aumentou 10% entre o final de 2014 e o final de 2015 só devido ao efeito da instabilidade cambial.

O consenso internacional estabelece os 40% do PIB como limite máximo da sustentabilidade da dívida externa moçambicana.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo