África Subsaariana | Moçambique

Está reparado o cabo de banda larga que liga Moçambique/África à Europa

A empresa africana de telecomunicações, Seacom, anunciou que está reparada a avaria no cabo que impediu o tráfego da internet em grande parte do continente, no dia 21 de janeiro.

O cabo da Seacom circula através da costa leste de África, e liga a África do Sul, Tanzânia, Uganda, Quénia e Moçambique com a Europa e Ásia.

Segundo um comunicado da empresa, de 21 de janeiro, foram participadas muitas interrupções na rede terrestre, através do Egipto, devido a um corte na fibra.

A Seacom, um cabo mergulhado no oceano, de 14,000kms de comprimento, é um dos cinco maiores cabos submarinos que tiveram um enorme impacto no processo de acesso de África à banda larga nos passados cinco anos.
A Vodacon, uma operadora móvel sul-africana, e uma das utilizadoras de fibra óptica por cabo, afirmou que a sua rede de internet ficou mais lenta no dia 21.

Outros utilizadores do cabo são a Kenya’s Safaricom, South Africa’s MTN Group e UAE’s Etisalat.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo