Felipe Nyusi quer encontro com Dhlakama

Depois de, ontem, Unidades de Intervenção Rápida (UIR), da Polícia Republicana de  Moçambique (PRI), equipadas com gás lacrimogéneo, canhões de água, viaturas ligeiras e carros de combate, voltarem a cercar a sede da Renamo em Maputo, enquanto alguns militantes da Renamo na cidade de Maputo reuniam com uma delegação do Partido que visitou a Capital para avaliar a situação política, já durante o dia de hoje o Conselho Nacional de Defesa e Segurança deliberou pela criação de condições de segurança para um encontro no imediato entre Felipe Nyusi e Afonso Dhlakama.

Este orgão consultivo, que funciona na dependência do Presidente da República enquanto Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas, foi convocado por Felipe Nyusi para discutir a situação de guerra civil em que o país se encontra.

A resolução do Conselho é omissa relativamente à forma como poderão vir ser criadas as condições de segurança necessárias a um encontro entre os dois dirigentes políticos depois da residência do líder da Renamo ter sido cercada por duas vezes pelas Forças Armadas e de o Secretário-Geral da Renamo, Manuel Bissopo, ter sido alvo de um atentado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Brasil: zero imposto

Brasil: zero imposto

Com vistas à eleição presidencial, Governo Federal zera imposto de importação no etanol e de alimentos básicosO governo federal anunciou…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin