África Subsaariana | Ásia | Moçambique

Moçambique: 43 cidadãos nigerianos condenados na China por posse ilegal de passaportes moçambicanos

Beatriz Buchili, Procuradora-geral da República (PGR) moçambicana anunciou na semana passada, no âmbito da visita do primeiro vice-procurador Geral da Suprema Procuradoria da China, que 42 cidadãos nigerianos estão detidos na China por posse ilegal de passaportes moçambicanos.

Segundo as declarações da sua adjunta, Lúcia Maximiano, Moçambique pretende reforçar a cooperação no domínio judicial com as autoridades chinesas, bem como implementar um sistema “mais eficaz” de combate à criminalidade, que envolve cidadãos dos dois países.

Maximiano disse que: “Neste caso concreto, estiveram a analisar em que medida se pode fazer o reforço do que já existe em termos de cooperação mútua judiciária e legal, e o que é necessário ainda introduzir para melhores resultados, porque sabe-se que, em processos, muitas vezes não é fácil, tendo em conta a legislação de cada um dos países e das regras que existem de direitos internacionais”.

Nesse sentido, Lúcia Maximiano acrescentou que: “Na China vão ver o que é que está a levar mais tempo e aqui nós vamos buscar elementos das entidades, inclusive do Estado como Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, a nossa Embaixada, para acelerar e resolver esses problemas o mais urgente possível”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo