Moçambique: Agente do SERNIC detido em Nampula

A Policia da República de Moçambique (PRM) deteve na semana passada um agente do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic) que terá cobrado ilicitamente 22.500 meticais, para libertar um prisioneiro que se encontra sob custódia numa esquadra da polícia em Nampula, no norte do país.

O agente, detido no dia 14, terá contactado a mulher do prisioneiro garantindo-lhe que “podia criar condições” para a libertação do marido “em coordenação com um magistrado do Ministério Público, cujo nome não foi revelado”, disse José Sopa, do Gabinete Provincial de Combate à Corrupção em Nampula,

“O colega cobrou à senhora o valor total de 22.500 meticais, entretanto a soltura não chegou a acontecer”, referiu José Sopa.

Segundo o Gabinete de Combate à Corrupção, o agente terá prometido ainda criar condições mediante pagamento para que a mulher falasse com o seu marido, uma vez que tinha “dificuldade de conversar com ele na esquadra”.

Um total de 326 agentes da polícia moçambicana foram expulsos em 2020 por se terem envolvido em atos criminais, de acordo com os últimos dados divulgados pelo comando-geral da Polícia da República de Moçambique.

Aurelio Sambo – correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin