Moçambique: Agentes das Alfândegas em Nangade abandonam postos

Cerca de 60 agentes das Alfândegas ligados ao Posto de Travessia de Nonje, no distrito de Nangade, a norte da província de Cabo Delgado, abandonaram os seus postos de trabalho. A situação deveu-se a um ataque terrorista ocorrido no passado domingo, 07 de março.

Ainda não se sabe se o referido posto foi ou não vandalizado pelos invasores. Sabe-se, no entanto, que parte dos agentes precisou de primeiros socorros, devido aos ferimentos ligeiros ocorridos na altura do ataque.

Segundo fontes locais, até segunda-feira, dia 08, houve 20 agentes das Alfândegas que chegaram à vila-sede do distrito de Nangade. Em relação aos restantes, o paradeiro permanece desconhecido.

O Posto de Travessia de Nonje está situado a quatro quilómetros da vila-sede de Nangade.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: João Lourenço pede serenidade em São Tomé e Príncipe

Angola: João Lourenço pede serenidade em São Tomé e Príncipe

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, pediu às autoridades são-tomenses que ajam com espírito de justiça e serenidade, de…
Moçambique: Aumentam casos de violência contra mulheres e raparigas na província de Manica

Moçambique: Aumentam casos de violência contra mulheres e raparigas na província de Manica

Estão aumentar os casos de violência contra mulheres e raparigas na província central de Manica. A consciência sobre todo tipo…
CCB: "Alma Brasileira", Recital de Piano de Christina Margotto

CCB: "Alma Brasileira", Recital de Piano de Christina Margotto

CCB . 2 dezembro . sexta-feira . 19h00 . Sala Luís de Freitas Branco A evolução da música clássica brasileira…
Timor-Leste: Presidente da República volta a criticar setor judicial

Timor-Leste: Presidente da República volta a criticar setor judicial

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, criticou o uso excessivo da prisão preventiva, assim como o “cópia e cola”…