Moçambique: Antigo Director Provincial da Indústria e Comércio de Cabo Delgado na barra dos réus

O cessante Diretor da Direção Provincial da Indústria e Comércio de Cabo Delgado, Faustino Florêncio Chavango, está desde a semana passada a responder na barra do Tribunal Judicial da província, acusado de cinco (5) crimes cometidos enquanto dirigente daquela instituição.

O Ministério Público em Cabo Delgado acusa Faustino Florêncio Chavango, no processo 63/2019, de crimes de peculato, corrupção, abuso de cargo, pagamento indevida de remunerações e falsificação de documentos.

Argumenta a acusação que o antigo dirigente usou 90 mil meticais de ajudas de custos, durante a Feira Internacional de Maputo, FACIM 2018, de 13 dias mas justificou ter ficado em 45 dias. Desviou igualmente 600 sacos de cimento que era alocado ao governo provincial pelo Cimentos de Cabo Delgado, bem como encaixe para seus bolsos de quatro milhões de meticais no negócio da venda do Complexo Residencial GEPTEX localizado no distrito de Montepuez. 

Funcionários e antigos colegas do cessante Diretor da Direção Provincial da Indústria e Comércio, Faustino Florêncio, foram arrolados como declarantes do processo 63/2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin