Moçambique: Aprovado plano de reconstrução de Cabo Delgado

O Governo de Moçambique aprovou nesta terça-feira, 21 de setembro, o plano de reconstrução da província de Cabo Delgado para o período de 2021-2024. O anúncio foi feito pelo porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze. 

Recorde-se que Cabo Delgado tem sido alvo de ataques armados desde outubro de 2017. As invasões já causaram várias mortes e a destruição de várias infraestruturas

“Vai haver cerimónias próprias para abordagem oficial deste assunto e para partilhar dados”, afirmou o porta-voz. Não foram avançados detalhes sobre o plano de reconstrução. 

“Como acontece com qualquer outro plano de contingência”, o Governo “intervém sempre com recursos próprios, mas também com apoio dos parceiros de cooperação”, acrescentou. 

O governante salientou também que já existem “ações a acontecer ao nível da reconstrução” da rede elétrica e de estradas. “Não vamos esperar até que haja apoios: o Governo vai avançando” e os apoios vão encontrar trabalhos no terreno, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin