Moçambique: Assinado acordo de expansão do raio de intervenção das tropas ruandesas no país

O Almirante Joaquim Rivas Mangrasse, Chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Moçambique, e o General J. Bosco Kazura, Chefe do Estado Maior das Forças Armadas do Rwanda, assinaram dia 10 de janeiro, em Kigali, no Rwanda, o Acordo de Expansão do raio de intervenção das Forças Armadas do Rwanda, no apoio às FDS na luta contra os terroristas no Norte de Moçambique.

Os termos do acordo inclui a componente formação do exercito moçambicano, com vista a capacita-lo e a responder aos desafios do presente e futuro de Moçambique.

O acordo é resultado das reuniões iniciadas no dia anterior, que tinha como objectivo rever os termos do acordo, avaliar os primeiros seis (6) meses da presença em Cabo Delgado das Forças de Defesa Rwanda, e traçar novas estratégias/abordagens face aos novos desafios, sobretudo, num período em que se reporta a fuga de terroristas para as províncias que fazem fronteira com Cabo Delgado, concretamente, a Província de Niassa e Nampula.

Aurelio Sambo – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin