Moçambique: Ataques em Cabo Delgado afetaram mais de 120 mil alunos

Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano de Moçambique informou que pelo menos oito professores foram mortos e 123.433 alunos do ensino geral foram afetados em 2021, devido às frequentes invasões dos terroristas na província de Cabo Delgado

Os números foram avançados à “Lusa”. A porta-voz do referido ministério, Gina Guibunda, referiu que entre as vítimas encontravam-se quatro professores de Muidumbe e que os restantes eram dos distritos de Nangade, Palma e Macomia. 

“A situação afetou mais os distritos a norte de Cabo Delgado, onde ocorreram os ataques. Nos outros distritos as aulas decorreram normalmente”, salientou. 

Houve ainda 2.074 professores afetados pela violência armada, que os obrigou a abandonar as suas regiões de origem. Guibunda acrescentou que foram destruídas, ao todo, 46 escolas, 104 salas de aulas, 30 blocos administrativos e cinco edifícios dos serviços distritais de educação, juventude e tecnologia. 

“Ao longo do ano 2021, não houve aulas em 385 escolas, havendo, no último trimestre, 166 que conseguiram retomar”, prosseguiu, avançando que estão previstas para 2022 a construção e a reabilitação de escolas primárias e secundárias, no âmbito do Projeto de Reconstrução de Cabo Delgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin