Moçambique: Autoridades de Nampula preocupadas com desnutrição crónica

Nampula é uma das províncias moçambicanas onde se produz mais comida, mas os níveis de desnutrição crónica são ainda fonte de preocupação por parte das autoridades. Neste momento, a província tem prevalência de desnutrição crónica em 51 por cento, ou seja, em cada 100 pessoas, 51 não se alimentam de forma adequada.

As autoridades consideram que a percentagem além de ser grande, é vergonhosa, daí que o Chefe do Conselho Executivo Províncial, Manuel Rodrigues, apelou segunda-feira, à Direção Provincial de Agricultura e Pescas a explorar outras formas de diversificar os alimentos. 

Manuel Rodrigues, que falou durante a visita àquela instituição, disse que o sector de extensão, deve explorar outras formas de melhorias da alimentação da população, além dos produtos da machamba, a criação de peixe em cativeiro, por exemplo, através do reaproveitamento das represas existentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin