Moçambique

Moçambique: Beira foi a cidade mais cara do país em outubro

Mz Beira Cidade
Cidade da Beira © Google Maps 2020

O Instituto Nacional de Estatística (INEdivulgou que a Beira, capital da província de Sofala, foi a cidade mais cara do país em outubro. Isto porque o local registou uma inflação na ordem dos 0,63%, seguida de Maputo (0,57%) e de Nampula (0,34%). 

Ao comparar os novos dados com outubro de 2019, a Beira esteve igualmente em evidência, liderando a tendência de aumento do nível geral de preços com aproximadamente 5,15%, seguida da cidade de Nampula, com cerca de 2,84%, e por fim a cidade de Maputo, com 2,71%. 

Quanto à variação acumulada, ou seja, de janeiro a outubro, Maputo, capital do país, foi a que teve a maior subida do nível geral de preços, com 1,43%, seguida das cidades de Nampula (1,42%) e Beira (0,76%). 

No geral, e de acordo com os dados recolhidos ao longo do mês de outubro de 2020, nas cidades de Maputo, Beira e Nampula, quando comparados com os do mês anterior, o custo de vida agravou na ordem de 0,53% em Moçambique. 

Em termos acumulados, de janeiro a outubro, o país registou um aumento de preços na ordem dos 1,30%, com as divisões de alimentação e bebidas não alcoólicas e de restaurantes, hotéis, cafés e similares em destaque na tendência geral de subida de preços, ao contribuírem com cerca de 0,63 pontos percentuais e 0,33% pontos percentuais positivos, respetivamente. 

Apesar do impacto da Covid-19 na economia, o Governo mantém o objetivo da inflação em um dígito, tanto para 2020 como para 2021.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo