Moçambique

Moçambique: Candidato do AMUSI queixa-se de não ter recebido comparticipação para campanha eleitoral

(c) Facebook Página CNE&STAE MOÇAMBIQUE

O candidato da Acção de Movimento Unido para Salvação Integral (AMUSI) à Presidência de Moçambique, Mário Albino, queixou-se de falta de financiamento para a sua campanha eleitoral.

Após cerca de uma semana de campanha, que teve início a 31 de agosto, o político afirmou que ainda não viu um tostão na conta criada para receber o financiamento público que os partidos e candidatos presidenciais devem receber do Orçamento do Estado.

Devido a esta situação, explicou que a sua campanha está condicionada, uma vez que a mesma se concentra apenas na província de Nampula, local onde é a sede da formação política que representa. “Sei que os outros partidos já receberam, mas eu estou a ser discriminado”, declarou.

No entanto, apesar deste “condicionalismo”, Mário Albino partilhou que vai fazendo o que pode “com recursos próprios” e que acredita que o eleitorado está a considerar a sua candidatura, baseada em “mensagens de uma governação inclusiva”. Ajuntou também que o manifesto eleitoral está focado nos setores sociais, mas que a agricultura será a base da sua governação.

Não houve, até ao momento, quaisquer declarações por parte da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) em relação ao sucedido.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo