Moçambique: Centro de Formação Profissional de Pemba inaugura instalações de carpintaria e mercenária

Foi inaugurado, no início desta semana, em Pemba, na província de Cabo Delgado, uma carpintaria e uma marcenaria do Centro de Formação Profissional, em resultado de uma doação de 65 mil euros a favor da Secretaria de Estado da Juventude e Emprego (SEJE), pelo governo da Grécia.

De referir que a Província de Cabo Delgado viveu momentos difíceis pela insurreição de grupos terroristas e por massacres que resultara mais de 5 000 mortos e a deslocação de cerca de um milhão de pessoas. Estes problemas provocaram a suspensão dos projetos de LNG na Área 1, tendo impactado negativamente na esperança económica da região e do país.

A região sofre de desemprego crónico, enfraquecimento do setor privado e altos altos de pobreza. Nesse âmbito, a Grécia aderiu a esta iniciativa para ajudar a província de Cabo Delgado, considerando que a região é o berço dos povos da tribo Macondes, famosos pelas suas técnicas tradicionais de escultura de madeira. A região norte dispõe de recursos madeireiros abundantes como madeiras preciosas (pau-preto africano, ébano, mondzo) e variedades de crescimento rápido (pinheiro e eucalipto entre outras). O novo Centro de Formação Profissional pretende combinar a disponibilidade de matérias-primas com a internacionalmente famosa tradição da arte Maconde.

O investimento vai permitir, em breve, ensinar os formandos a trabalhar a madeira, designadamente o fabrico de mobiliário e o artesanato. Para além de transmitir valiosas competências no local de trabalho, este Centro oferecerá perspetivas de um novo futuro, uma vez que os produtos de madeira promovem o turismo, geram emprego sustentável e potenciam as exportações.

Para o Cônsul-Geral da Grécia em Moçambique, Gerry Marketos, o Centro insere-se no ciclo económico de matéria-prima, tradição e competências que resultam no produto acabado. À medida que estes produtos encontram novos mercados, surgem oportunidades de emprego, completando o ciclo. A criação de oportunidades de emprego é a força motriz da mudança social e inspirará um sentido renovado de objetivo e de capacitação da comunidade.

O diplomata reiterou ainda que o governo grego continuará a dedicar esforços significativos para oferecer o suporte necessário para o desenvolvimento económico e social, incluindo o apoio militar que atualmente decorre para capacitar as Forças Especiais de Defesa de Moçambique, através da Missão de Formação em Moçambique da União Europeia EUTM-MOZ.

Aurélio Sambo – Correspondente

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola permite entrada a funcionários da UA sem visto

Angola permite entrada a funcionários da UA sem visto

Angola e a União Africana (UA) assinaram nesta segunda-feira, 19 de fevereiro, um acordo sobre isenção de visto para passaporte…
Moçambique integra lista dos países prioritários para cooperação espanhola

Moçambique integra lista dos países prioritários para cooperação espanhola

O diretor-geral da Agência Espanhola para a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), Anton Leis Garcia, partilhou que Moçambique vai…
Timor-Leste: Vítimas das cheias apoiadas pela UNICEF e China

Timor-Leste: Vítimas das cheias apoiadas pela UNICEF e China

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Governo chinês lançaram um projeto no valor de 1,3…
Portugal garante continuar a dar apoio à Moçambique na luta contra o terrorismo

Portugal garante continuar a dar apoio à Moçambique na luta contra o terrorismo

Portugal vai continuar a apoiar Moçambique no treino das Forças de Defesa e Segurança (FDS), visando dar melhor resposta no…