Moçambique: Combatentes falam de corrupção em Mueda

Os combatentes da luta de libertação nacional denunciaram no distrito de Mueda, província de Cabo Delgado, a existência de alegados esquemas de corrupção na direção provincial da Economia e Finanças para a fixação de pensões.

Isto lesa os verdadeiros beneficiários, defenderam. A denúncia foi feita ao secretário-geral da Associação dos Combatentes da Luta de Libertação Nacional, Fernando Faustino, durante uma reunião que orientou.

O encontro ocorreu no prosseguimento de uma visita de trabalho à referida região do país. Foi nessa ocasião que os veteranos da luta de libertação nacional explicaram como funciona o esquema promovido pelos funcionários da direção provincial de Economia e Finanças de Cabo Delgado.

Esse esquema, disseram, consiste em condicionar a atribuição da pensão ao pagamento de 50% do valor a que têm direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin