Moçambique: Comercialização da castanha de caju da campanha 2022/23 já começou

Esta quarta-feira, Olegário Banze, Vice-ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural de Moçambique, lançou no distrito de Meconta, na província de Nampula, a campanha de comercialização de castanha de caju da época 2022/2023.

Olegário Banze disse no acto de lançamento que o governo espera um crescimento de 3% em relação a quantidade de comercializada na campanha 2021/2022, que foi de 147 mil toneladas.

Em termos de receitas para o estado, o vice-ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural espera incrementar as vantagens sobretudo no processo de exportação da amêndoa, que na campanha anterior atingiu nove milhões de dólares norte-americanos.

Por sua vez, os produtores, queixam-se do preço, considerando ser muito baixo. Nesta campanha, o preço não chegou a 40 meticais sendo que a referência nacional ronda os 37 meticais por cada quilo.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: PR quer reflexão sobre resultados das reformas legislativas dos últimos anos

Cabo Verde: PR quer reflexão sobre resultados das reformas legislativas dos últimos anos

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, considera necessário fazer “uma reflexão séria e isenta sobre os…
Angola: UNITA considera "injusta" proposta de Lei da Amnistia 

Angola: UNITA considera "injusta" proposta de Lei da Amnistia 

A UNITA considera a proposta de Lei da Amnistia “discriminatória e injusta”, uma vez que a mesma tem “zonas cinzentas”.…
NATO diz que não haverá "paz duradoura" na Ucrânia se Rússia vencer

NATO diz que não haverá "paz duradoura" na Ucrânia se Rússia vencer

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, declarou nesta sexta-feira, 25 de novembro, que não vai haver “paz duradoura” na Ucrânia…
Revista de Imprensa Lusófona de 25 de novembro de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 25 de novembro de 2022

O portal do Governo de Moçambique escreve que o “PM fala na Cimeira extraordinária da UA sobre industrialização”. A “Folha…