Moçambique: Confederação das Associações Económicas alerta para a possibilidade de escassez e subida de preços de produtos alimentares no sul do país

A Confederação das Associações Económicas de Moçambique alertou, esta semana, para uma eventual escassez de produtos agrícolas e consequente subida de preços, nos próximos dias, devido às chuvas que afetaram a região sul de Moçambique, inundando vários campos agrícolas.

A vice-presidente da Confederação, Maria Abdula, disse que o setor privado está a fazer um levantamento dos danos e prejuízos para apurar os prejuízos provocados pelo mau tempo. No entanto, indicações preliminares dão conta da existência da destruição de culturas agrícolas, estabelecimentos comerciais, maquinaria e vias de escoamento.

“Estamos a antever que a oferta normal de bens alimentares, como hortícolas, nas próximas semanas, seja condicionada na região sul do país. Mas vamos tentar gerir da melhor forma junto do ministério e também das instituições que fazem a monitorização para que isso não aconteça”, afirmou Maria Abdula.

A vice-presidente destacou que as receitas deste ano para o setor da banana já estão altamente comprometidas, devido às chuvas excessivas e aos ventos que fazem sentir, desde o início do ano, na região sul do país.

Aurélio Sambo – Correspondente

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Excesso de mortalidade por calor vai aumentar nos próximos

Excesso de mortalidade por calor vai aumentar nos próximos

O jornal “Público” avançou que uma equipa de cientistas internacionais calculou o impacto na mortalidade resultante dos efeitos das alterações…
Moçambique: Recondução de Momade é garantia de vitória da Frelimo

Moçambique: Recondução de Momade é garantia de vitória da Frelimo

O comentador residente da Rádio Moçambique, Hilário Chacate, defendeu, após o Congresso da Renamo, que a reeleição de Ossufo Momade…
Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

As operadoras de transportes públicos devem mais de 40 milhões de kwanzas ao Estado na província angolana do Cuanza Sul. …
Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

O eleito municipal da UCID em Santo Antão, José Graça, disse que se trata de uma “manobra para manipular a…