Moçambique considerado por Itália um país seguro para negócios

A Itália considera Moçambique um país seguro para a realização de negócios. De acordo com “O País”, existem 20 empresas italianas interessadas em investir nas áreas de energia, infraestrutura, logística, agricultura e indústria, entre outras. 

Empresários de origem italiana estiveram recentemente presentes num fórum de negócios realizado em Maputo, capital moçambicana. 

“Nunca tivemos uma delegação como esta. São cerca de 20 empresários representantes de empresas cujo seu rendimento acumulado do ano passado é seis vezes maior que o PIB [Produto Interno Bruto] de Moçambique”, partilhou a presidente da Câmara de Comércio Moçambique-Itália, Simone Santi. 

Apesar do clima de insegurança vivido na província de Cabo Delgado, devido a frequentes ataques terroristas realizados desde outubro de 2017, o embaixador da Itália em Moçambique, Gianni Bardini, disse considerar o país africano como o melhor local para investir a longo prazo. 

Atualmente, a Itália investe cerca de 25 mil milhões de dólares em Moçambique. Um dos projetos liderados por uma empresa italiana é o Coral Sul, que exporta gás do Rovuma desde 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…
Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

Portugal: Aposta na inovação no setor agroindustrial marcou celebração de 15 anos da InovCluster em Castelo Branco

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, uma das mais destacadas instituições no setor, localizada em Castelo Branco,…
Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

Guiné-Bissau: Nabiam acusa Sissoco de pretender eliminar líderes políticos guineenses

O antigo Primeiro-ministro e líder da APU-PDGB, Nuno Gomes Nabiam, acusou, esta quinta-feira, 11 de Julho, o Presidente da República…
Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Moçambique: Actividade Económica continuou fechada na vila de Macomia enquanto FADM justifica a razão da morte de um comerciante local 

Na terça-feira (9) a vila de Macomia, centro de Cabo Delgado, ficou agitada na sequência de uma manifestação da população…