Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

O Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, decidiu estender até 15 de abril o destacamento da Força Nacional de Defesa da África do Sul (SANDF) em Moçambique. Tal é feito no âmbito da missão militar regional na província moçambicana de Cabo Delgado

“Os militares da SANDF continuarão a apoiar a República de Moçambique no período de 16 de janeiro de 2022 a 15 de abril de 2022”, pode ler-se na carta do Presidente da República, citada pela “Lusa” e datada de 28 fevereiro, mas divulgada apenas em março pelo Parlamento sul-africano. 

Nessa missiva, dirigida pelo chefe de Estado à presidente da Assembleia Nacional, Nosiviwe Mapisa-Nqakula, é referido ainda que o destacamento de 1.495 militares vai custar cerca de 985 milhões de rands (56,9 milhões de euros). 

“A Constituição obriga o Presidente a informar o Parlamento prontamente e sem demora injustificada”, explicou à “Lusa” o deputado Kobus Marais do Aliança Democrática, maior partido na oposição na África do Sul.   

“Espero que Moçambique também desempenhe um papel mais significativo como membro da SADC dentro da SAMIM [Missão da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique] e que as forças ruandesas também façam parte da força multinacional alargada para eliminar as forças do ISIL [Estado Islâmico] em Cabo Delgado”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

O Programa Alimentar Mundial (PAM) avisa que o conflito existente na Ucrânia pode vir a causar aumentos adicionais de preços nos produtos…
Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

Angola: Moco diz que MPLA receia enfrentar Costa Júnior

O ex-primeiro-ministro angolano e militante do MPLA, Marcolino Moco, afirmou que o partido no poder, tal como o líder João…
Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

Moçambique quer fortalecer cooperação com STP na Educação

A Embaixadora de Moçambique em São Tomé e Príncipe, Osvalda Joana, partilhou a vontade do país que representa em reforçar…
Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

Cabo Verde: PAICV quer vencer as seis câmaras municipais de Santiago Norte em 2024

A presidente da Comissão Política Regional do PAICV em Santiago Norte, Carla Carvalho, afirmou que o “grande desafio” do mandato…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin