Moçambique: Continuação da SAMIM custa 26 milhões de euros

A continuação da Missão Militar da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique (SAMIM, na sigla inglesa), por mais três meses, vai custar 29,5 milhões de dólares (26 milhões de euros). A informação foi avançada pela “Notícias ao Minuto”. 

“Foi decidido o prolongamento da missão por mais três meses, mas isso é indicativo […] O terrorismo não termina em um mês ou um ano. Naturalmente as atividades contra o terrorismo terão de seguir”, explicou o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi

As declarações foram feitas à comunicação social em Lilongwe, no Malawi, após a cimeira extraordinária da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa). No encontro foi debatida e aprovada a continuação da SAMIM, que a referida comunidade enviou para apoiar Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado. 

Nyusi avançou que a continuação da missão militar vai custar 29,5 milhões de dólares (26 milhões de euros). A maior parte dos líderes regionais presentes na cimeira terão assumido o compromisso de disponibilizar as verbas dentro dos prazos estipulados. 

“O orçamento foi também aprovado e promulgado e grande parte dos países durante a sessão disseram que vão cumprir com o prazo estipulado”, acrescentou o governante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

O Governo angolano divulgou que o ananás, a banana, a batata-doce, a carne de cabrito, a mandioca e os ovos são os produtos que alcançaram a autossuficiência no país.  Isto…
Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

A Administração Nacional de Estradas, ANE, IP. lançou dia 12 de janeiro alerta de que distrito de Phafuri, na Provincia…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin