Moçambique: Deslocados autorizados a regressar a Mocímboa da Praia

A Secretaria Distrital de Mocímboa da Praia, vila moçambicana da província de Cabo Delgado, informou as autoridades do distrito de Palma acerca da movimentação dos deslocados que se encontram naquele ponto do país. 

Os primeiros deslocados autorizados a regressar a casa encontravam-se no distrito de Palma, na Vila de Reassentamento de Quitunda e na aldeia de Maganja, na Península de Afungi. 

Agora já podem regressar às suas aldeias de origem os deslocados vindos de Mocímboa da Praia, uma das zonas mais afetados pelos ataques terroristas e que esteve um ano sob o domínio de terroristas, entre agosto de 2020 e agosto de 2021. 

“O Governo do Distrito de Mocímboa da Praia vem por meio desta comunicar a V. Excia que, a partir do dia 06 de Março corrente, irá iniciar o processo de movimentação da população deslocada de Mocímboa da Praia existente no vosso Distrito supracitado, concretamente no Posto Administrativo de Quitunda e Maganja, para regresso ao Distrito de Origem”, pode ler-se no documento assinado pelo substituto Secretário Permanente Distrital de Mocímboa da Praia, João Joaquim António Saraiva, com o número 155/GDMP/SD/019. 

A vila-sede do distrito de Mocímboa da Praia estava desabitada desde agosto de 2020, altura em que os insurgentes do ISIS-Moçambique invadiram aquele ponto geoestratégico do país. A população local foi desalojada e foram expulsas as autoridades governamentais e as Forças de Defesa e Segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau satisfeita com a visita do primeiro-ministro português António Costa

Guiné-Bissau satisfeita com a visita do primeiro-ministro português António Costa

“A visita do primeiro-ministro [português] deixou os guineenses contentes. Portugal é um país irmão e não um amigo da Guiné-Bissau”,…
Ucrânia: Lviv não consegue acolher mais refugiados

Ucrânia: Lviv não consegue acolher mais refugiados

O presidente da Câmara de Lviv, Andriy Sadoviy, informou à “Reuters” que a cidade esgotou a sua capacidade para acolher…
Angola: Luanda recebe angolanos fugidos da Ucrânia

Angola: Luanda recebe angolanos fugidos da Ucrânia

Os angolanos que moravam na Ucrânia e decidiram fugir, incluindo estudantes bolseiros refugiados em Varsóvia, na Polónia, chegaram a Luanda…
Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

Rússia recusa discutir segurança nuclear em Chernobyl

A Rússia rejeitou nesta segunda-feira, 07 de março, a proposta da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) para uma reunião…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin