Pixabay License Grátis para uso comercial Atribuição não requerida

Moçambique: Deslocados de ataques em Cabo Delgado vulneráveis à Covid-19

A maior parte dos deslocados da província de Cabo Delgado, que saíram do local por causa dos frequentes ataques armados ocorridos desde outubro de 2017, correm o risco de contrair Covid-19 devido às condições precárias de acomodação.

Trata-se essencialmente de mulheres e crianças, além de um número considerável de idosos, os que se encontram na lista da população moçambicana vulnerável à contaminação pelo novo coronavírus, que já infetou, oficialmente, 609 pessoas, entre as quais 195 são de Cabo Delgado.  

Algumas dessas famílias dormem na rua e outras passam as noites em lugares confinados, pouco arejados e que não permitem o distanciamento físico ou social mínimo recomendado pelas autoridades de saúde.

Tal acontece em quase toda a província, mas é mais notório no distrito de Metuge, onde foram acolhidos cerca de sete mil deslocados, que vivem em tendas instaladas em  três centros de acomodação.

Além do desconforto devido ao pouco espaço, o que traz um risco iminente de eclosão de  doenças, os deslocados estão passar por situações de fome por causa da insuficiência de alimentos, que têm sido distribuídos no âmbito da ajuda humanitária.

Apesar de o governo do distrito de Metuge ter conhecimento e noção das dificuldades que os deslocados enfrentam, afirma não ter capacidade financeira e material para minimizar o sofrimento das vítimas. O problema, informou esta entidade, foi encaminhado para o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

O Presidente russo recomenda aos países vizinhos da Rússia que “não agravem a situação, não imponham limitações”. Vladimir Putin diz…
Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

A Liga dos Bombeiros Portugueses anunciou nesta sexta-feira, 04 de março, que vai enviar na segunda-feira para a Ucrânia oito…
Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau recebe este sábado 05 Março a visita primeiro-ministro português, António Costa, que permanecerá no país 48 horas. Segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin