Moçambique: Deslocados sem documentos humilhados pelas FDS

A cidade de Pemba, na província moçambicana de Cabo Delgado, continua a acolher milhares de deslocados fugidos de ataques armados. No entanto, têm chegado queixas pela forma como têm sido tratados pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS). 

Segundo um relatório de pesquisa apresentado pela Universidade Católica de Moçambique (UCM), os deslocados sem documentos de identificação são humilhados e extorquidos pelas FDS em Cabo Delgado, sempre que as mesmas os encontram nas ruas e avenidas de Pemba sem os referidos documentos. 

Fanito Salatiel referiu que, durante a pesquisa, a equipa da UCM teve de intervir várias vezes para impedir a extorsão e detenção ilegal dos deslocados que, na sua maioria, apenas conseguiram salvar a roupa que tinham no corpo na altura em que sofreram ataques terroristas no Norte de Moçambique. 

Os agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM) e os elementos das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) são indicados como os protagonistas destes casos de violação dos direitos humanos. 

Também de acordo com os pesquisadores da UCM, o problema não acontece apenas na cidade de Pemba, mas igualmente no Centro de Acolhimento de Deslocados, no distrito de Metuge.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin