Moçambique: Desmantelada rede clandestina que fornecia energia em Matola e Marracuene

A Empresa Electricidade de Moçambique(EDM) desactivou ontem, 26 de maio, uma rede clandestina que fornecia energia a cerca de 20 mil consumidores ilegais no município da Matola, província de Maputo.  

Os supostos burladores, que foram detidos em diferentes bairros do posto administrativo do Infulene e no distrito de Marracuene, cobravam aos clientes valores que variam de 3.500 a 20.000 meticais. Em conexão com o caso, foram detidos cinco cidadãos que se faziam passar por técnicos da EDM, segundo o director da empresa, em Infulene, Samuel Guambe.

“No cenário em Marracuene, tínhamos um famoso Lampião, que já andávamos a procura dele há mais de seis meses, faziam redes clandestinas, falsificavam contratos de energia, faziam inspecções usando uniforme da EDM e ameaçavam clientes que estavam em fraude, enquanto não estavam, e os clientes pagavam. Comunicamos à Polícia e começou um trabalho em que encontramos cinco, mas acreditamos que há mais elementos no esquema e vamos continuar a fazer o nosso trabalho junto da comunidade e com a própria polícia” afirmou.

De acordo com a EDM, estima-se que cinquenta por cento da energia consumida no bairro Infulene é roubada, causando avultados danos materiais e prejuízos a empresa.

Aurelio Sambo- Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

O Presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD) Jorge Bom Jesus, acredita numa “vitória”…
STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

Terminou esta sexta-feira em São Tomé e Príncipe, a campanha eleitoral para as eleições legislativas, autárquicas e regionais marcada para…
Angola: Remessas dos portugueses no país sobem 37,5%

Angola: Remessas dos portugueses no país sobem 37,5%

As remessas da diáspora portuguesa em Angola aumentaram 37,5% em julho, o que significa 41,3 milhões de euros. Estes são…
Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

Cabo Verde: Dívida pública atingiu 152,5% do PIB

O Ministério das Finanças de Cabo Verde indica que o ‘stock’ da dívida pública aumentou, até julho, 152,5% do Produto Interno…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin